O aparelho formal da enunciação, de Émile Benveniste, como fundamentação teórica para o desenvolvimento de habilidades de produção escrita em disciplinas EAD no ensino superior

Autor(es): Manuela Teles da Roza
Orientador: Carina Maria Melchiors Niederauer
Quantidade de visulizações: 41

O aparelho formal da enunciação, de Émile Benveniste, como fundamentação teórica para o de
De acordo com pesquisas realizadas pelo INEP, em 2021, houve significativo aumento do número de ofertas de Cursos EaD, bem como, de disciplinas nessa modalidade de ensino para cursos de nível superior originalmente presenciais. Diante disso, a presente pesquisa, nesta etapa, realiza a análise do questionário aplicado aos discentes de um curso de Licenciatura em Letras em uma instituição de ensino superior, cujo corpus compreende as seguintes perguntas: 1) modalidade do curso (totalmente EaD ou presencial com disciplinas EaD); 2) satisfação quanto ao desenvolvimento do conteúdo de aula; 3) principais vantagens das disciplinas EaD; 4) principais desafios das disciplinas EaD; 5) aspectos imprescindíveis para a realização do ensino a distância; e, (6) sugestões para aumentar a qualidade das aulas EaD.  Inserida no projeto A produção escrita de gêneros textuais acadêmicos em aulas remotas (Ead e híbridas) no Ensino Superior, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Letras e Cultura, da Universidade de Caxias do Sul, metodologicamente, a pesquisa compreende outras duas etapas anteriormente realizadas: (1) seleção de materiais bibliográficos a respeito do ensino a distância e híbrido; e, (2) estudo e apropriação da Teoria da Enunciação de Émile Benveniste. Tendo em vista que, de acordo com o aporte teórico desta investigação, cada disciplina corresponde a uma situação enunciativa diferente, os resultados do questionário indicam, respectivamente, que: 1) 66% dos estudantes realizam disciplinas EAD em seus cursos presenciais e 34% são estudantes a distância; 2) 25% dos estudantes negam satisfação quanto a apresentação dos conteúdos no EaD; 3) as principais vantagens das disciplinas a distância contemplam a redução do deslocamento dos estudantes e  a economia de tempo e financeira; 4) foco, concentração e organização, contato com o docente e com os outros discentes e falta de materiais e métodos adequados à modalidade são as principais dificuldades do EaD; (5) o contato com os integrantes das disciplinas a distância, a organização pessoal e o desenvolvimento de uma metodologia própria para o EaD são considerados imprescindíveis para a realização das aulas; e, (6) o desenvolvimento de diferentes métodos para o EaD é a principal sugestão relatada pelos estudantes. Pode-se concluir que o EaD apresenta desafios a serem superados, haja vista a necessidade de aprimoramento da modalidade de ensino.

Palavras-chave: Ensino a Distância, Teoria da Enunciação de Benveniste, Linguagem escrita