Observatório de Saúde Mental - a pesquisa qualificando os serviços: resultados preliminares sobre a produção científica na formação em psicologia

Autor(es): Luana Valduga Dutra , Bruna Valduga Dutra, Cláudia Alquati Bisol, Rossane Frizzo de Godoy, Tânia Maria Cemim,
Orientador: Alice Maggi
Quantidade de visulizações: 48

Observatório de Saúde Mental: a pesquisa qualificando os serviços
O  estudo apresenta os temas que têm sido escolhidos para os trabalhos de conclusão do curso - TCC - Curso de Psicologia. O objetivo é detalhar a produção documentada por meio da análise contínua de um repositório institucional que armazena tais informações. Espera-se estabelecer oportunidades de integração entre as temáticas, articulando com serviços na própria Universidade, extensivo aos serviços externos da cidade e da região, bem como propor futuros estudos de campo.  Os TCCs refletem, em alguma medida, as disciplinas teóricas, práticas, estágios e demais atividades realizadas ao longo do Curso, razão pela qual representam também os direcionamentos de Professores, Psicólogos e das próprias necessidades de saúde evidenciadas no entorno. Trata-se de um estudo quantitativo e qualitativo de dados secundários correspondentes aos anos de 2019, 2020 e início de 2021. Foi elaborada uma planilha com as  variáveis que os caracterizam. Os resultados parciais indicam que dos resumos analisados 91% abordam temáticas compatíveis com Saúde e Processos Clínicos e Diagnóstico e Intervenções Clínicas em Contextos Psicossociais. No que tange às palavras-chave: psicologia foi citada em 54%; logoterapia em 20% deles; psicanálise em 17%  vida-aspectos psicológicos em 13%; família em 9%; terapia cognitiva e luto-aspectos psicológicos em 5%; idosos, depressão mental e crianças-desenvolvimento em 5%; análise do discurso, velhice, suicídio, infância e adolescência em  3%, aproximadamente. Com relação à metodologia dos estudos, todos eram de caráter qualitativo.  Cerca de 80% dos trabalhos eram de caráter exploratório e 20% de caráter descritivo. Do total, 77% utilizaram artefatos  culturais para a realização do trabalho e um deles a pesquisa de campo. A maioria dos trabalhos concentra-se na temática de uma das ênfases da Graduação e uma das linhas do Mestrado Profissional. Este estudo, portanto, acrescenta informações aos dados disponibilizados no repositório, reconhecendo fortalezas e fragilidades. Na continuidade,  sugere-se a articulação de tais resultados tanto com o público interno - Docentes - como os demais envolvidos nos serviços de saúde e saúde mental, no sentido de aproximar tais investigações dos contextos em que tais intervenções possam ser ampliadas e aplicadas, inclusive, na perspectiva da curricularização da extensão no que se refere à Graduação e Projetos para Trabalhos de Conclusão do Mestrado Profissional em Psicologia. 

Palavras-chave: observatório, saúde mental, pesquisa em psicologia