RELAÇÃO ENTRE A INOVAÇÃO E VANTAGEM COMPETITIVA DA CADEIA DE BOVINOCULTURA DE CORTE NA PERCEPÇÃO DOS PRODUTORES

Autor(es): Amanda da Silva Rodrigues
Orientador: Maria Emilia Camargo
Quantidade de visulizações: 28

RELAÇÃO ENTRE A INOVAÇÃO E VANTAGEM COMPETITIVA DA CADEIA DE BOVINOCULTURA DE CORTE NA PER
No cenário do agronegócio, a cadeia produtiva de bovinocultura de corte é uma das cadeias mais importantes, em função da grande produção de gado de corte e consumo do produto. A inovação pode ocorrer em um novo produto ou serviço, numa nova estrutura ou sistema administrativo, num novo processo tecnológico de produção, num novo plano ou num programa relacionado aos membros da organização. Neste estudo foram consideradas a inovação de produto e de processo. A vantagem competitiva é fundamental para a sobrevivência e para o destaque das cadeias produtivas. Assim, o objetivo deste trabalho foi analisar a relação entre a inovação de produto e de processo na criação de vantagem competitiva na cadeia produtiva da bovinocultura de corte, na percepção dos produtores da Serra Gaúcha. Segundo Tidd (2006), a inovação contribui para alcançar uma vantagem competitiva, assim é essencial desenvolver inovações bem sucedidas para criar e sustentar a vantagem competitiva. Incialmente foi realizada uma pesquisa bibliométrica para o período de 2000 a 2019 na base dados Scopus, utilizando-se os termos de busca “production innovation” and process innovation” and competitive advantage” and “agribusiness chains”, até 20 de janeiro de 2020, na qual encontrou-se estudos que indicam a relação entre a inovação e a vantagem competitiva. A seguir, foi realizada uma pesquisa do tipo quantitativa e descritiva, operacionalizada através de uma survey com corte transversal, utilizando-se uma escala concordância de likert de cinco pontos, que varia de “discordo totalmente” a “concordo totalmente”. A amostragem foi não probabilística, de fácil de acesso. Os produtores receberam um questionário, modelo Google Forms, enviados por e-mail. Os respondentes tiveram 8 semanas, durante os meses de janeiro e fevereiro de 2020, para responderem e submetem as respostas on-line. A amostra final foi de 92 participantes da cadeia produtiva da bovinocultura da região da Serra Gaúcha. Os dados foram tratados através da análise de regressão linear múltipla. Com os resultados encontrados na análise de regressão linear múltipla, pode-se afirmar que a inovação de produto explica e a inovação de processo, explicam respectivamente a vantagem competitiva. Este resultado corrobora com os estudos encontrados na revisão bibliométrica, que enfatizam a relação entre a inovação de produto e de processo na vantagem competitiva. Este trabalho faz parte do projeto SMR.

Palavras-chave: Produto, Processo, Regressão