O IMPACTO DA INOVAÇÃO E DESEMPENHO DA CADEIA DO VINHO NA PERCEPÇÃO DOS PRODUTORES

Autor(es): Tássia de Lucena Lima
Orientador: Maria Emilia Camargo
Quantidade de visulizações: 20

O Impacto da Inovação na Vantagem Competitiva da Cadeia do Vinho
O mercado está cada vez mais competitivo e exigente, fazendo com que as empresas busquem inovar através de seus produtos e serviços, por meio da oferta de um diferencial aos seus clientes. Um dos caminhos para manter a vantagem competitiva nas cadeias produtivas é por meio da diferenciação. Dessa forma, a inovação passa a ser um aspecto fundamental para que as cadeias produtivas consigam se diferenciar e continuem a crescer, pois a inovação possui fatores que podem ampliar a vantagem competitiva de uma cadeia produtiva a partir do momento no qual um dos elos da cadeia chega ao seu ponto máximo de lucratividade e competividade. Ela somente continuará crescendo se houver inovação (LINDERMAN, 2012; JARDINE; MENIS; OTA; KALYUZHNIY; MCGUIRE, 2013).  Assim, este estudo teve como principal objetivo verificar a relação entre a inovação (produto e processo) e a vantagem competitiva na cadeia produtiva do vinho, na percepção dos produtores da Serra Gaúcha. Foi realizada uma pesquisa bibliométrica no período de 2000 a 2019 na base de dados Scopus com os termos de pesquisa “production innovation” and “process innovation” and “competitive advantage” and “agribusiness chains”, na qual identificaram-se estudos que sugerem a relação entre inovação de produto e de processo e vantagem competividade. A pesquisa foi do tipo quantitativa e descritiva, operacionalizada através de uma survey com corte transversal, com uma escala de concordância do tipo likert de cinco pontos, que varia de “discordo totalmente” a “concordo totalmente”. A amostragem foi não probabilística por fácil acesso. Os produtores receberam o questionário, modelo Google Forms, enviado por e-mail. Os respondentes tiveram 4 semanas para responderem e submetem as respostas on-line. A amostra final foi de 40 participantes da cadeia produtiva do vinho da região da Serra Gaúcha.  Para o tratamento dos dados, utilizou-se a análise de regressão linear múltipla. Pelos resultados obtidos, através da análise de regressão linear múltipla, pode-se afirmar que a que a inovação de produto explica 48% vantagem competitiva, enquanto a inovação de processo explica 42%. Este resultado corrobora com os estudos encontrados na revisão bibliométrica, que enfatizam o impacto da inovação na vantagem competitiva.

Palavras-chave: Produto, Processo, Vitivinicultura.