Idosos e COVID-19: a interação por meio de tecnologias digitais

Autor(es): Tatiana Benini , Fabio Velho; Andréia Velho,
Orientador: Vania Beatriz Merlotti Heredia
Quantidade de visulizações: 22

IDOSOS E COVID-19: A INTERAÇÃO POR MEIO DE TECNOLOGIAS DIGITAIS
Desde o início do ano de 2020 o mundo inteiro tem sofrido as consequências causadas pelo Novo Coronavírus (Covid-19) para a doença que ocasiona infecção aguda nos seres humanos, levando milhares de pessoas diariamente a óbito. Dentre a população mais vulnerável para adquirir o COVID-19 estão os idosos. Diante da realidade posta pelo cenário atual nasceram diversos questionamentos referentes a esse grupo de risco, que deram origem a esse estudo. O objetivo geral desse trabalho é identificar como os idosos têm utilizado as tecnologias digitais durante o isolamento social ocasionado pela COVID-19 em Caxias do Sul. O estudo foi realizado no Programa UCS Sênior, por meio de uma pesquisa com alunos matriculados nos cursos de aprendizagem digital de pessoas adultas e idosas na Universidade de Caxias do Sul. O estudo é exploratório, de natureza quantitativa e qualitativa. A construção dos dados empíricos se deu por intermédio de questionário estruturado, aplicado através da plataforma online da Universidade de Caxias do Sul, durante o período de pandemia. As referências teóricas usadas para sustentar o estudo se encontram no documento intitulado “Envelhecimento Ativo” da OMS (2015) e nas obras de Jarvis (2015), Baltes (1987) e Doll (2016). Constatou-se que a aprendizagem dos meios digitais colaborou para o enfrentamento do isolamento social e facilitou a interação social desse público, diminuindo a solidão e o estresse ocasionado por esse momento. Ainda, pode-se concluir que muitos idosos, mesmo tendo famílias, buscaram soluções para as atividades de vida diária por meio do uso das tecnologias digitais.

Palavras-chave: Idoso, Covid-19, Tecnologias digitais