Comunicação e Cultura Organizacional na Governança Corporativa de Empresas Familiares em Processo Sucessório

Autor(es): Débora Kaiser Bragé , Mayara Pires Zanotto; Ana Cristina Fachinelli,
Orientador: Fabiano Larentis
Quantidade de visulizações: 33

Comunicação e Cultura na Governança Corporativa de Empresas Familiares
Governança Corporativa pode ser compreendida como mecanismo regulador de integridade e responsabilidade social organizacional. A empresa familiar, em geral, surge como uma alternativa a suprir necessidades financeiras da família do fundador, e este tipo de empreendimento representa no Brasil mais de 90% dos negócios. A Cultura Organizacional representa algo que baliza as ações dos indivíduos envolvidos nos processos organizacionais e consiste, nas crenças, valores, regras de conduta, aspectos morais e éticos da organização. A comunicação, enquanto conceito amplo, se manifesta de diferentes formas, que são impregnadas de significados, que necessitam ser interpretadas/ reinterpretadas. Implica em trocas, atos e ações compartilhadas, pressupõe interação, diálogo e respeito mútuo do falar e deixar falar, do ouvir e do escutar, do entender e fazer-se entender e principalmente do querer entender. A partir da complexidade destes temas, objetiva-se analisar as contribuições da comunicação organizacional na governança corporativa de empresa familiares em processos sucessórios e a forma com que isso interage na cultura organizacional. O estudo ocorre por meio de uma pesquisa-ação, de caráter exploratório e descritivo, operacionalizado por meio de uma pesquisa de métodos mistos, que considera o projeto multifásico como guia. Os resultados preliminares apontam para a necessidade de que a Governança Corporativa seja trabalhada junto aos núcleos familiares com a mesma ênfase do que aquela empregada na organização. Notou-se que os gestores constituem um importante elo entre as ações de Governança propostas pelo Conselho de Administração e a diretoria com relação aos demais níveis organizacionais, contribuindo para que a identidade organizacional fique evidenciada.

Palavras-chave: Comunicação organizacional, Cultura organizacional, Governança corporativa.