RELAÇÃO ENTRE PRIORIDADES COMPETITIVAS E DESEMPENHO FINANCEIRO DA CADEIA DE BOVINOCULTURA DE CORTE NA PERCEPÇÃO DOS PRODUTORES

Autor(es): Julia Seibt Rodrigues
Orientador: Maria Emilia Camargo
Quantidade de visulizações: 26

RELAÇÃO ENTRE PRIORIDADES COMPETITIVAS E DESEMPENHO FINANCEIRO DA CADEIA DE BOVINOCULTURA
A cadeia produtiva de bovinocultura de corte é uma das cadeias de destaque no cenário do agronegócio, tendo em vista a grande produção de gado de corte e o consumo do produto. As prioridades competitivas de entrega, qualidade, custo e flexibilidade (JABBOUR; FILHOS, 2010) são consideradas, neste trabalho, como as dimensões que o sistema de produção deve possuir para suportar as demandas nos ambientes nos quais desejam competir.  O desempenho financeiro refere-se à forma como uma cadeia alcança os seus objetivos orientados para o mercado. Os indicadores de lucratividade; receitas por produto; receitas por empregado; margem de contribuição; nível de endividamento; retorno sobre investimento; custo unitário; minimização de custos; maximização de lucros; estoques; ganhos totais e custos operacionais (CALLADO; AMORIM, 2018), fizeram parte deste estudo. Assim, este estudo teve como objetivo analisar a relação das prioridades competitivas e o desempenho financeiro da cadeia de bovinocultura de corte, na percepção dos produtores da Serra Gaúcha. Incialmente, foi realizada uma pesquisa bibliométrica, no período de 2000 a 2019, na base dados Scopus, com os termos de busca “competitive prioritiesand “financial performance” and “agribusiness chains”. As buscas foram realizadas até 20 de dezembro 2019, encontrando-se estudos que indicam a relação entre as prioridades competitivas e o desempenho financeiro. No segundo momento, foi realizada uma pesquisa do tipo quantitativa e descritiva, operacionalizada através de uma survey com corte transversal, utilizando-se uma escala concordância de likert de cinco pontos, variando de “discordo totalmente” a “concordo totalmente”. A amostragem foi não probabilística, operacionalizada por meio do critério da acessibilidade. Os produtores receberam um questionário, modelo Google Forms, enviados por e-mail. Os respondentes tiveram 8 semanas, durante os meses de dezembro de 2019 a fevereiro de 2020, para responderem e submetem as respostas on-line. A amostra final foi de 84 participantes da cadeia produtiva da bovinocultura da região da Serra Gaúcha. No tratamento dos dados, utilizou-se a análise de regressão linear múltipla. Com os resultados obtidos, pode-se afirmar que as prioridades competitivas explicam 71% do desempenho financeiro. Este resultado corrobora com os estudos encontrados na revisão bibliométrica, que enfatizam a relação entre prioridades competitivas e desempenho financeiro. Este trabalho faz parte do projeto SMR.

Palavras-chave: Produtores, Regressão Linear, Revisão Bibliométrica