RELAÇÃO ENTRE CAPACIDADE ABSORTIVA E VANTAGEM COMPETITIVA DA CADEIA DE BOVINOCULTURA DE CORTE NA PERCEPÇÃO DOS PRODUTORES

Autor(es): Vitoria Cristina Nunes
Orientador: Maria Emilia Camargo
Quantidade de visulizações: 18

RELAÇÃO ENTRE CAPACIDADE ABSORTIVA E VANTAGEM COMPETITIVA NA BOVINOCULTURA.
 O agronegócio é um conjunto de operações encadeadas com o objetivo de produzir, beneficiar e distribuir alimentos. A capacidade absortiva representa a capacidade de adquirir, assimilar, transformar e utilizar o conhecimento para gerar produtos, processos e serviços diferenciados, enquanto que a vantagem competitiva, segundo Porter (1989), é a capacidade do produtor de realizar eficientemente um conjunto de atividades necessárias, com o objetivo de obter um custo mais baixo ou de organizar essas atividades de forma única, para atender os seus clientes de modo diferenciado. Neste contexto, este estudo tem por objetivo analisar a relação entre a capacidade absortiva e a vantagem competitiva da cadeia de bovinocultura de corte, na percepção dos produtores da Serra Gaúcha.  Fez-se uma pesquisa bibliométrica, realizada para o período de 2000 a 2019, na base de dado Scopus, através dos termos de pesquisa “absorptive capacity” and “competitive advantage” and “agribusiness chains”. As buscas foram realizadas até 20 de dezembro 2019, encontrando-se estudos que sugerem a relação entre a capacidade absortiva e vantagem competividade. A pesquisa foi do tipo quantitativa e descritiva, operacionalizada através de uma survey com corte transversal, com uma escala de concordância do tipo likert de cinco pontos, que varia de “discordo totalmente” a “concordo totalmente”.  A escala de capacidade absortiva foi construída com base na escala de Flatten et al. (2011), com 14 itens e a de vantagem competitiva por uma escala de 6 itens de Schilke (2014). A amostragem foi não probabilística por acessibilidade. Os produtores receberam um questionário, modelo Google Forms, enviados por e-mail. Os respondentes tiveram 8 semanas, durante os meses de dezembro de 2019 a fevereiro de 2020, para responderem e submetem as suas respostas on-line. A amostra final foi de 80 participantes da cadeia produtiva da bovinocultura da região da Serra Gaúcha.  Para o tratamento dos dados, utilizou-se a análise de regressão linear. Pelos resultados obtidos pela análise de regressão linear múltipla, pode-se afirmar que a capacidade absortiva explica 63% a vantagem competitiva Este resultado corrobora com os estudos encontrados na revisão bibliométrica, que enfatizam a influência da capacidade absortiva na criação de vantagens competitivas.

Palavras-chave: Capacidade Absortiva. Vantagem Competitiva. Cadeia Produtiva