A INFLUÊNCIA EXERCIDA PELA GOVERNANÇA CORPORATIVA NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR

Autor(es): Jéssica Paula Perotoni
Orientador: Alex Eckert
Quantidade de visulizações: 32

A Influência da Governança Corporativa nas Instituições de Ensino Superior
Assim como nas organizações em geral, as instituições de ensino superior necessitam de uma administração capacitada e profissional para conduzir a organização ao sucesso, garantindo-lhe sustentabilidade. A Governança Corporativa mostra o uso eficiente dos métodos, assim como o uso de mecanismos de transparência e contas prestadas (BOGONI et al, 2010). Sendo assim, objetiva-se verificar como a Governança Corporativa exerce influência nas instituições de ensino superior. Desta forma, esta pesquisa busca contribuir para pesquisas futuras sobre Governança Corporativa a fim de investigar mais sobre o ambiente ligado a administração dentro das universidades. Para tanto, adotou-se como objetivo de pesquisa descritiva, com abordagem de natureza quantitativa e bibliográfica a partir dos dados gerados pela CWUR do Ranking Mundial Universitário 2018-2019. Desse modo, observa-se que a Universidade de São Paulo (82.6), a Universidade Federal do Rio de Janeiro (76.4) e a Universidade de Campinas (75.05) estão entre as 3° primeiras universidades do Brasil com maior destaque. E representando o Estado do Rio Grande do Sul, destaca-se a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (75.0), estando em 5° lugar no Ranking. Referente a isso, no Ranking Universitário Nacional, nota-se que a Universidade de São Paulo (98,02), a Universidade de Campinas (97,09) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (97,00) estão entre as 3 melhores. Representando o RS, destaca-se a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (95,68), em 5° lugar, e a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (84,31), ocupando a 18ª posição (FOLHA, 2019), o que permite concluir que a Governança Corporativa tem uma forte influência nas universidades através do modo como ela são conduzidas seus responsáveis.

Palavras-chave: Governança corporativa, Ensino superior, Qualidade de ensino