GALPÕES DE TRIAGEM DE RESÍDUOS SÓLIDOS: UMA BASE PARA CUSTOS DE MATERIAIS E EXECUÇÃO DE OBRAS

Autor(es): Eduarda Alves Oliveira de Almeida , Marla Ecker da Silva, Terezinha de Oliveira Buchebuan,
Orientador: Ademir José Zattera
Quantidade de visulizações: 35

GALPÕES DE TRIAGEM DE RESÍDUOS SÓLIDOS: BASE PARA CUSTOS DE MATERIAIS E OBRAS
Este estudo insere-se na linha de pesquisa Sustentabilidade no Ambiente Construído, vinculada ao Núcleo de Urbanismo, Design e Arquitetura Sustentável - NUDAS da Universidade de Caxias do Sul. Tem como base pesquisas anteriores voltadas para a Avaliação Pós Ocupação - APO em dez galpões de triagem do município, com a intenção de buscar soluções simples que garantam a melhoria no layout e conforto ambiental destes locais, podendo auxiliar também na construção de novos espaços. O principal objetivo deste trabalho, em específico, é desenvolver uma planilha orçamentária em conformidade com o Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices - SINAPI da Caixa Econômica Federal, contendo os principais elementos utilizados em galpões de triagem de resíduos sólidos, sejam eles de pequeno, médio ou grande porte, priorizando o uso de materiais sustentáveis. Como parâmetro para o desenvolvimento da pesquisa, inicialmente foram buscados referenciais teóricos sobre o tema e a partir destes, foi desenvolvida uma lista com  materiais e serviços necessários para a construção dos galpões. Em seguida,  elaborou-se uma planilha contendo a separação dos itens por etapa de execução da obra, com seus respectivos custos de material e de mão de obra. Desta maneira foi possível a elaboração de uma planilha guia, que apresenta materiais e soluções construtivas sustentáveis que melhor se adequam a cada espaço e tipologia de galpão apresentado anteriormente, proporcionando uma base para orçamento e melhor planejamento na execução de futuros projetos. Como conclusão deste estudo, no meio acadêmico, pretende-se proporcionar continuidade às pesquisas voltadas à sustentabilidade no ambiente construído, buscando estimular o uso de materiais sustentáveis para a construção civil, de forma a tentar reduzir seu grande impacto em relação às questões ambientais e apresentar um parâmetro de custos destes materiais, muitas vezes não utilizados por serem julgados com valor elevado. Por fim, através do compartilhamento dos dados com o poder público, busca-se levar estas informações aos trabalhadores dos galpões de triagem, de maneira a colaborar com a execução das obras, para que promovam melhor bem estar, eficiência e qualidade do ambiente para os trabalhadores.  

Palavras-chave: avaliação pós-ocupação, resíduos sólidos, arquitetura de galpões de triagem