A sala escura: Anita Calegari e o trabalho das mulheres nos bastidores dos estúdios fotográficos de Caxias do Sul no início do século XX

Autor(es): Carolina Ceccatto Luchese
Orientador: Silvana Boone
Quantidade de visulizações: 35

O lugar das mulheres na fotografia em Caxias do Sul no início do século XX
Partindo do questionamento sobre a existência de mulheres atuantes (ou não) nos estúdios fotográficos em Caxias do Sul no início do século XX, o objetivo desta pesquisa é investigar a participação e a autoria da figura feminina nesse cenário, evidenciando o trabalho de Anita Calegari no Atelier Calegari. O processo de apagamento histórico relegou às mulheres o lugar dos bastidores durante muito tempo. Esta pesquisa aprofundou-se nas relações sociais entre as figuras do pai/marido com filha/esposa dentro dos estúdios de fotografia, majoritariamente administrados por homens, para que a presença das mulheres fosse incluída na narrativa. A partir de investigação direta às fontes (entrevistas orais, documentação da família, fotografias, periódicos) a metodologia elaborada para estudo do material leva em conta métodos elaborados por Ana Maria Mauad (1996), Maria Abel Machado (1998) e Catarina Pereira (2010). Até o momento, foram reunidos materiais que confirmam a presença e atuação de mulheres nos estúdios fotográficos. A análise mais aprofundada do ofício de Anita Calegari tem, inclusive, auxiliado no entendimento da questão sobre o paralelo do trabalho executado por essas mulheres como um prolongamento de seus afazeres domésticos.

Palavras-chave: Anita Calegari, Atelier Calegari, fotografia