Equipamentos Urbanos Regionais e Suas Representações Como Atrativos Turísticos

Autor(es): Silvia Rech Visioli
Orientador: Pedro de Alcântara Bittencourt César
Quantidade de visulizações: 43

EQUIPAMENTOS URBANOS REGIONAIS E SUAS REPRESENTAÇÕES COMO ATRATIVOS TURÍSTICOS
O nordeste do Rio Grande do Sul se posiciona como uma das mais importantes regiões turísticas do país e com um considerável acervo de equipamentos e atrativos turísticos. Logo, na pesquisa estuda-se esses os espaços públicos e privados de uso público no que tange a sua morfologia urbana, suas singularidades e seu entorno quanto a formação espacial e temporal. Sendo assim, tem-se assim como objeto, avaliá-los nas suas composições nos produtos turísticos locais. Para esta identificação, espera-se conhecer e identificá-los na região por um percurso metodológico utilizado que qualifica como investigação exploratória por meio da exploração bibliográfica, com ênfase no uso de cartografia urbana, em levantamentos de notícias e referências bibliográficas que norteiam os estudos sobre os atrativos e equipamentos analisados. Realiza-se levantamentos de dados e características dos equipamentos e atrativos turísticos das localidades da região, para compor esquemas e representações gráficas, mapas e tabelas que possam visualizar melhor a justificativa adotada para a classificação destas características, além de entender suas particularidades de infraestrutura turística, promovendo uma reflexão sobre a necessidade de aprofundar o estudo na região específica, demonstrando a capacidade hoteleira, gastronômica, roteiros e os espaços públicos ou privados utilizados para atividades turísticas. Observa-se na pesquisa que a região tem como centralidade a cidade de Gramado-RS, com diferentes tipos de equipamentos e atrativos que se destacam pela sua quantidade e variedade, tornando o município como ponto de maior atratividade no turismo do nordeste rio-grandense. Em contrapartida, Caxias do Sul-RS, mesmo possuindo grande importância econômica na região, seus produtos turísticos com apelo de lazer pouco sobressaem, com exceção do parque de eventos da Festa da Uva e equipamentos de compras com apelo na sua centralidade econômica e na dimensão populacional.

Palavras-chave: Atrativo Turístico Regional, Equipamento Turístico Regional, Morfologia Urbana