Estudo da qualidade superficial resultante do processo de fresamento com ferramentas tratadas pelo processo de arraste

Autor(es): Pedro de Oliveira Arendt
Orientador: Rodrigo Panosso Zeilmann
Quantidade de visulizações: 22

ESTUDO DA QUALIDADE SUPERFICIAL RESULTANTE DO PROC DE FRESAMENTO COM FERRAMENTAS
 Atualmente, as indústrias, em especial as automobilísticas, médicas e aeroespaciais, têm investido na otimização dos processos a fim de atender rapidamente as demandas do mercado por produtos com baixo custo e com alta qualidade. As empresas também têm buscado melhorar a confiabilidade de seus processos de fabricação de modo a aumentar a produtividade. No processo de usinagem "processo ou efeito de cortar uma peça bruta" a confiabilidade do processo reside, principalmente, na ferramenta de corte. A estabilidade do gume durante o processo de corte e a vida útil da ferramenta, que é o tempo que a mesma trabalha antes de ser necessário a sua reafiação, é um fator que pode estar atrelado a estabilidade do processo. A vida útil da ferramenta influencia diretamente no custo da usinagem. Neste contexto, a micro-geometria do gume, que é o ápice da região cortante de uma ferramenta , modificada por um determinado processo de tratamento pode influenciar no comportamento do desgaste e, consequentemente, melhorar a vida útil da ferramenta. Através desta pesquisa, buscou-se compreender o processo de tratamento do gume por acabamento por arraste. Além disso, foi proposta e desenvolvida uma mídia para o processo que fosse uma alternativa mais em conta em relação a mídia comercial e que aumentasse a vida útil das ferramentas de corte.  

Palavras-chave: Estudo da qualidade superficial, Acabamento por arraste, Engenharia mecânica