Caracterização Química e Atividade Inseticida do Óleo Essencial de Thymus vulgaris L. (Lamiaceae) sobre Trialeurodes vaporariorum Westwood (Hemiptera: Aleyrodidae)

Autor(es): Verônica Tisatto da Silva , Camila Bonato Vicenço,
Orientador: Gabriel Fernandes Pauletti
Quantidade de visulizações: 32

Atividade inseticida do óleo essencial de tomilho sobre a mosca-branca
A mosca-branca-de-casa-de-vegetação (Trialeurodes vaporariorum) é uma das mais importantes pragas agrícolas do mundo, com mais de 250 espécies vegetais hospedeiras registradas, causando grandes danos econômicos. Seu controle é baseado, principalmente, no uso de inseticidas químicos. Devido ao alto custo de utilização desses produtos, resistência dos insetos, e os sérios danos causados ao meio ambiente observa-se um aumento na busca por controles alternativos de pragas. Neste contexto,  os produtos derivados de plantas, como os óleos essenciais, têm tomado grande destaque. O objetivo desse trabalho foi avaliar a composição química e bioatividade do óleo essencial de tomilho (Thymus vulgaris) sobre ovos, ninfas e adultos da mosca-branca. Alíquotas de óleo essencial (0,1; 0,5; 1,0; 1,5; 2,0% v/v) diluídas em Tween®-80 0,5% v/v, foram pulverizadas sobre folíolos de tomate infestados com os insetos nos diferentes estágios do seu ciclo biológico. Para os bioensaios com ovos e ninfas, foram realizadas cinco repetições para cada tratamento. Já para os testes com adultos, foram realizadas cinco repetições por tratamento, com 5 indivíduos por repetição. Foram realizados dois controles negativos: com água destilada e com Tween®-80 (0,5% v/v), e dois positivos, com o inseticida químico Chess® (40 g/100 L), indicado para adultos da mosca-branca, e Oberon® (500 mL/ha), indicado para ovos e juvenis deste inseto. Os resultados foram analisados por meio do ANOVA, seguido de Tukey (P < 0,05), com o auxílio do software SPSS. Os compostos majoritários encontrados no óleo de tomilho, por CG-EM e CG-DIC, foram ?-cimeno (32,28% m/m), seguido de timol (25,99% m/m) e ?-terpineno (12,55% m/m). As maiores taxas de mortalidade observadas foram nos testes com ninfas de mosca-branca, onde os valores médios de mortalidade variaram de 76 a 96%, a partir da concentração 0,5% v/v. Esses resultados evidenciam o potencial de utilização do óleo de tomilho no controle da mosca-branca.

Palavras-chave: mosca-branca-de-casa-de-vegetação, inseticida botânico, tomilho