VALIDADE DA EQUAÇÃO FULL AGE SPECTRUM PARA ESTIMAR A TAXA DE FILTRAÇÃO GLOMERULAR

Autor(es): Ketelly Bueno Koch , Gisele da Silva da Fonseca, Morgana Schwingel Machado, Vanessa Nodari Carobin, Lígia Carolina Facin,
Orientador: Luciano da Silva Selistre
Quantidade de visulizações: 57

VALIDADE DA EQUAÇÃO FULL AGE SPECTRUM PARA ESTIMAR TAXA DE FILTRAÇÃO GLOMERULAR
A doença renal crônica (DRC) é caracterizada por anormalidades da estrutura ou função renal, a qual tem como melhor indicador a taxa de filtração glomerular (TFG). Os estágios iniciais da doença são definidos por qualquer TFG inferior a 60 ml por minuto por 1,73 m2 de área de superfície corporal ou presença de lesão renal. Com isso, obtém-se a TFG utilizando a DCE (depuração endógena de creatinina), que é calculada através da creatinúria de 24 horas, com uma amostra sanguínea de creatinina no final do período. Contudo, a DCE apresenta alta probabilidade de superestimar a TFG. Para eliminar a necessidade de coletas de urina de 24 horas, várias fórmulas foram propostas para prever a TFG como as equações de Cockcroft e Gault, MDRD e CKD-EPI. No entanto, em 2016, foi criada a equação FAS (Full Age Spectrum), sendo uma alternativa razoável às equações que estimam a TFG já que é válida em todo o espectro de idade. Por conseguinte, já que não existem pesquisas sobre aplicação da equação FAS e sua concordância ou não com as equações MDRD e CKD-EPI no Brasil, criamos a hipótese de nosso estudo. Onde comparamos as equações com a DCE na população de Caxias do Sul e analisamos qual tem a melhor acurácia e precisão referente à população brasileira. O estudo é uma coorte retrospectiva, em um total de 2.427 participantes, de aspecto analítico transversal. Na análise de performance entre as equações foram considerados três critérios: viés mediano, concordância e acurácia. A equação FAS apresentou melhor precisão entre as equações CKD-EPI, CKD-EPI local e MDRD. Na população total, a equação CKD-EPI local apresentou melhor acurácia do que as equações CKD-EPI, MDRD e FAS. A equação FAS apresentou desempenho razoável, mas não atingiu uma acurácia P30>90%, sendo inferior a equação CKD-EPI local. Sendo assim, são necessários novos estudos com populações mistas a fim de encontrar qual a melhor equação para cada indivíduo.

Palavras-chave: FAS, CKD-EPI, Taxa de Filtração Glomerular (TFG)